arkis_logo.jpg

Arqui (Lat.): Prefixo latino que significa ou representa superior, maior, antigo, primitivo, principal.

Houve um tempo em que a humanidade acreditou estar em um mundo povoado por deuses.

Houve outro tempo em que a humanidade acreditou estar sozinha.

Hoje, deuses de outrora caminham entre nós, e outros seres de igual ou maior estatura.

Seres que estão além do que as lendas contavam.

Seres que fazem aquelas lendas se apequenarem em significado e exuberância.

E alguns desses seres somos nós.

city_of_heroes_3.png

Esse é o mundo de Arkis. Um universo onde heróis e vilões com poderes fantásticos existem num futuro próximo, seres de imenso poder e capazes de alterar os rumos da história. Um mundo que poderia ser muito parecido com o nosso, mas cujas ações desses “deuses entre nós” e das demais forças políticas e econômicas moldou numa situação bastante diversa.

Diversos grupos de heróis já contaram e construíram a história desse mundo:

O improvável e malfadado Augúrio, que no ano de 2001, junto a outros heróis, impediu um ataque terrorista na cidade de Nova York, apenas para se desfazer algumas semanas mais tarde, ante o conflito entre seus próprios membros, enredados numa trama ancestral.

A Justiça, reunião de alguns dos mais valorosos indivíduos de todo o mundo, que enfrentou deuses e monstros, mas acabou se extinguindo no epílogo de uma crise universal, depois da perda de alguns de seus mais nobres membros.

A Aliança Suprema, força americana de pacificação super-humana, fundada por Adam Prime, um dos mais poderosos seres a caminhar pela Terra, e destruída pela degeneração e loucura de seu próprio fundador.

Os esparsos vigilantes que lutam a batalha diária das ruas de Chicago para manter a salvo o cidadão comum em meio a conflitos muito maiores do que eles poderiam enfrentar.

A Justiça Suprema, formada por remanescentes da Justiça e da Aliança Suprema, no intuito de seguir, juntos, fazendo um bem maior que aquilo que individualmente ele seriam capazes de fazer, mas que pereceu sem ter tido sua chance de se estabelecer, ante uma nova ameaça ancestral que se ergueu num já atribulado mundo.

A tripulação da Vanguarda, a mais formidável nave do universo, nascida da genialidade de algumas das maiores mentes humanas de todos os tempos, combinando todo tipo de tecnologia. Esse grupo heterogêneo de deuses e heróis, homens e máquinas desbrava os limites do cosmo e além, enfrentando forças e situações que a mente comum sequer poderia conceber.

Os sobreviventes da Justiça Suprema, tentando se reorganizar em uma nova força para fazer frente aos desafios desses novos tempos.

A E.I.E., agência de manutenção da paz da Confederação Global, que emprega humanos comuns e indivíduos extraordinários para conter ameaças de escala mundial.

O novo Augúrio, reforjado das cinzas do antigo, enfrentando o mundo que o mundo não vê.

O ano atual é 2036, e o mundo já contempla um novo panorama de mudanças.

O mundo está dividido em dois grandes blocos políticos. A Confederação Global, que vinha se fortalecendo ao longo dos anos com um parlamento mundial e que faz uso das ações da E.I.E. para manter a ordem e agir em casos de crises maiores. O outro bloco é a Commonwealth, recém-restaurada e fortalecida pela posse de Pendragon, o Arthur das lendas ressurgido como rei da Inglaterra, que não aceitava as intervenções da E.I.E. em seu território, e fazendo uso de suas próprias forças, como o grupo Távola. Alguns países, como Japão e Israel, declaram sua neutralidade, mas mais e mais desses saem da neutralidade ou da Confederação para se juntar a Commonwealth. Os blocos não são inimigos declarados e nem estão em guerra, mas claramente há uma tensão política mundial.

Em especial, a situação dos Estados Unidos, antiga potência mundial, gera apreensão, pois a população do lado oeste do país tem dúvidas, dadas as crises recentes, em relação à eficácia da Confederação Global. Eles estão protestando para que se filiem à Commonwealth e o governo oficial do país, ainda baseado no lado leste, pretende manter sua aliança e filiação histórica a Confederação. A situação não se tornou um conflito aberto, mas diversos incidentes vêm ocorrido com mais frequências entre as duas metades do país.

Outra situação que recentemente se estabeleceu foi a revelação da existência dos Lemurianos, um povo submarino, cujo xenófobo imperador Charybdis ordenou a tomada do continente gelado Antartida, que fica sobre a cidade subaquática da Lemúria, e expulsou todos os turistas e cientistas de outras nações, definindo o Território Lemuriano e declarando que serão considerados inimigos quem ultrapassar suas fronteiras, independente dos blocos.

Um portal em Nova Delhi, aberto acidentalmente, leva para uma espécie de dimensão infernal de onde monstros demoníacos cibernéticos tentam invadir a nossa realidade. Todas as tentativas de fechá-lo falharam até então.

E isso é apenas uma pequena amostra da Terra… que se descobriu não ser a única Terra no universo.

Na vastidão do cosmo, ergue-se a ameaça do Império Vyrondiano, formado das cinzas da Gward, uma antiga força galáctica de manutenção da ordem e da paz que foi corrompida pela infecção Vyn.

E das sombras do desconhecido, sem que ninguém possa compreendê-lo, se aproxima o Evento Zero, a suprema ameaça, o fim de tudo o que há e houve.

Nada será como antes.

As possibilidades, como a mente humana, são infinitas.

O destino de todos, contudo, será um só… ou nenhum.

ARKIS

d_real_one City of heroes 3 cakivis